Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Semti

Semti - porque agora será sempre sem ti e porque senti e sinto a vida a reiniciar! Vida, maternidade, perda, introspeções e casmurrices!

Semti

Semti - porque agora será sempre sem ti e porque senti e sinto a vida a reiniciar! Vida, maternidade, perda, introspeções e casmurrices!

Dia da mãe....são todos os dias!

Um dia da mãe diferente!!

Tocar o céu com o coração :)

Será que os nosso balões chegaram até aí??

 

Que dia emocionante este! 3 de Maio de 2015! O meu primeiro como mãe depois de nasceres. Há 1 ano atrás estavas na minha barriga :)

Escrevi nos balões...as lágrimas começaram a correr. As saudades são muitas! O avô e avó também estavam lá, muito emocionados! :) E o pai esteve connosco em pensamento, queria muito muito ter lá estado e enviar-te um balão bem azul!

Tantas mães, tantos pais, tantos balões....ao mesmo tempo é uma felicidade mas ao mesmo tempo é também triste. Tantos anjinhos, tantas histórias de vida, tantos bebés, filhos desejados, planeados, amados com um céu de distância. Mas todos juntos para vos homenagear, para estarmos mais perto, para enviarmos amor em forma de balões....azuis, rosas e brancos.

 

Já são 8 meses....por aqui vão-se somando e contando dias e meses.

 

Viste o teu pezinho no meu??! Ficou tão lindo! O tatuador: "é o tamanho real do pé?" É sim!! :)

É realmente muito pequenino, eras muito pequenino!!

Ontem disseram-me que falo de ti, agora, de outra maneira. Já não choro...só às vezes quando há aqueles dias mais dificeis...falo de ti com muito amor e com sorrisos. E as pessoas ficam espantadas!!! No outro dia uma colega minha: "Como é que consegues estar aqui assim??" Tem de ser não é!! A vida continua, sempre, felizmente!! O tempo passa e ajuda também...outros dias o tempo não ajuda nada...mas ajuda!!

Nesse momento chorei...quando me confrontam...quando as próprias pessoas me fazem ver que realmente sou forte...que não desisti...que esta realidade mudou-me e afecta-me mas que sigo em frente....às vezes mais feliz, mais confiante e mais tranquila que muitos outros....agradeço por ser quem sou da forma que sou....porque realmente tenho várias ferramentas e se eu não fosse assim...acho que não conseguia...."dão as batalhas aos mais fortes guerreiros" certo?!? :) Sinto-me mesmo assim: forte, guerreira, lutadora!!! Como nunca me senti.

 

Sou mãe todos os dias!! Adoro sê-lo, mesmo assim desta forma imperfeita! Sinto-me leve, os meus dias já não são tão pesados...acordo todos os dias com vontade de lutar mais um bocadinho.

 

Quando caminho, no meu dia-a-dia, sinto-me...sinto o calor do sol na cara, sinto o vento a despentear-me, sinto o meu corpo, que está diferente e nunca mais foi igual mas adoro porque sou mãe e aceitei tudo!!! Sinto-me cada vez melhor, mais leve, mais tranquila...posso dizer que estou mais em paz e serena. É realmente um processo...tudo isto!

 

No outro dia uma amiga perguntou-me se estava bem fisicamente e psicologicamente para uma nova gravidez :)

Estar bem é relativo! Acho que fiquei doida e mais sã ao mesmo tempo! Uma próxima gravidez vai ser uma viagem e tanto....se estou preparada?! Vou estando! Vai-se digerindo, tudo isto é um processo!

 

Ainda no outro dia deu um programa sobre perda gestacional....a mulher, o casal costuma esperar pelos 3 meses para contar a boa nova à familia e amigos. E realmente isso é uma fantochada...hoje percebo...pois perde-se um bebé, um filho em qualquer momento da gravidez...1 mês, 3 meses, 7 meses, 9 meses...a sociedade que temos é muito estúpida, ideias impostas às vezes nem se sabe bem porquê porque acabam por não ter fundamento! É quase como, está descansadinha que passando os 3 meses é garantido, não lhe acontece nada, mas se perderes o teu filho antes do primeiro trimestre, como não disseste nada a ninguém, agora olha sofram sozinhos!! É estúpido pronto!

 

Portanto ser mãe é sê-lo todos os dias, desde o primeiro dia! Não se pode ter vergonha, não se pode deixar de falar...quem está errado são os outros, não sou eu ou tantas outras mães e pais que vivem esta dor.

É preciso falar para se puder aceitar. É sempre um grande tabu.

 

No outro dia, num funeral...uma amiga da família, que nao sabia, perguntou-nos: "E o vosso bebé?" E alguém respondeu logo muito aflita: "Ai não, não fale disso, não não não!" Nem consegui falar, não me deixaram :/ Só depois expliquei que o nosso filho nao era assunto tabu e aconteceu isto assim e assim.

Qual é o drama?? Qual é o problema?? Sou mãe de um bebé que nasceu e partiu cedo demais!! E daí?? Não é mais dificil para vocês do que para nós!! Deixem-nos falar. Ninguém gosta de falar da morte, custa muito, eu sei...mas é isso que ajuda a superar as coisas. É isso que ajuda a encaixar as coisas no sítio!!

 

Há um caminho enorme para se percorrer nestas lides do luto, da perda gestacional. da perda de um filho.

 

Por isso eu digo: sou mãe todos os dias, da pontinha dos meus cabelos até à pontinha dos meus dedos do pé!! Com uma história linda e triste para contar, que me acompanha em todo o meu percurso de vida e que faz parte mim para sempre. Ou acham que me vou esquecer que sou mãe só por não ter o meu filho aqui comigo ou porque não falo dele??!?!?! Saiam da vossa bolha e pensem fora da caixa de vez em quando!

 

Tenho um filho lindo, que nasceu e partiu cedo demais!! É só isto!

 

 

 

 

11011877_992931634058559_2917050498139249934_n.jpg

11169713_992931710725218_5061256159525135690_o.jpg

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.